Skip to Content

Primeiro barco híbrido offshore em águas brasileiras entra em operação à serviço da Equinor

(UTC)Last modified
Primeiro barco híbrido em águas brasileiras entra em operação à serviço da Equinor
Primeiro barco híbrido em águas brasileiras entra em operação à serviço da Equinor
Aline Almeida/Equinor

Embarcação utiliza energia elétrica armazenada e diesel para suas atividades, com diminuição de até 40% de emissões

O primeiro barco PSV (Platform Supply Vessel) em águas brasileiras entrou em operação, à serviço da Equinor. A embarcação conta com um banco de baterias instalado, o que faz com que seja possível alternar o uso da energia elétrica e do diesel. Com isso, espera-se que o barco, que está atuando na logística do campo de Bacalhau, na Bacia de Santos, emita até menos 40% de CO2 em suas atividades.

Os barcos do tipo PSV são responsáveis por transportar, do continente até as unidades offshore, os suprimentos e equipamentos necessários para a operação dos ativos. Com a redução do uso do motor a combustão, possível por conta das baterias, é possível reduzir também as emissões geradas pelo consumo de diesel.

A embarcação híbrida, a serviço da companhia norueguesa, é fruto de um contrato entre a Equinor e o grupo brasileiro CBO. A parceria planeja ainda a conversão de um novo PSV híbrido para o próximo ano.

Parceiros em Bacalhau: Equinor 40% (operador), ExxonMobil 40%, Petrogal Brasil 20% e Pré-sal Petróleo SA (Companhia Governamental, Gerente PSA).

Sobre a Equinor

A Equinor é uma companhia de energia, tendo o Brasil como área estratégica fundamental em seus negócios internacionais. A companhia conta com uma ampla e crescente carteira de projetos de petróleo e gás em desenvolvimento, como Raia e Bacalhau, ativos em produção, incluindo Peregrino e Roncador, e atividades renováveis em expansão, como as usinas solares Mendubim e Apodi, e a recém-adquirida plataforma de projetos de energia renovável onshore, Rio Energy.