"Ir para o conteúdo principal"

Apoiando comunidades locais, desenvolvemos um futuro melhor para todos.

Trabalhamos em busca da excelência e melhoria contínua do desenvolvimento sustentável de nossas atividades, agregando valor aos nossos projetos e à sociedade.

Acreditamos que a jornada para o desenvolvimento das novas gerações é contínua, e muito mais duradoura quando estabelecida sobre uma base de valores claros, objetivos bem definidos e uma orientação inspiradora.

Assim, tentamos pautar nossos projetos. Assim, tentamos pautar o nosso dia a dia.

NoQueAcreditamos_Coracao_Edit.jpg

Projetos mandatórios

Mandatório por lei. Desenvolvido com o coraçāo.

O processo de licenciamento ambiental brasileiro, conduzido e monitorado pelo órgão ambiental - IBAMA, prevê como parte das condições da licença ambiental que visam mitigar os impactos ambientais associados à atividade nas áreas de influência, a realização de projetos ambientais e sociais.  

Os projetos sociais desenvolvidos pela Equinor Brasil são como medidas mitigadoras das atividades de exploração e produção desenvolvidas no Campo de Peregrino são: Projeto de Comunicação Social (PCS) e Projeto de Educação Ambiental (PEA). Esses projetos são voltados para as comunidades locais que tiveram ou tem suas atividades econômicas impactadas, no caso de atividades offshore, as comunidades pesqueiras.  

Projeto de Comunicaçāo Social

Comunicar é também estar aberto para ouvir.

O Projeto de Comunicação Social (PCS) tem como objetivo fornecer informações sobre as atividades realizadas e proporcionar um canal aberto de comunicação entre a empresa e as comunidades impactadas, principalmente grupos sociais relacionados à cadeia de pesca.  

A fim de atender às expectativas do IBAMA de maior interação entre os Projetos de Comunicação Social executados na área de influência dos empreendimentos offshore da Bacia de Campos, em 2018 o PCS deixou de ser realizado de forma individual pelas empresas e foi criado o Programa de Comunicação Social da Bacia de Campos (PCS-BC).  

O PCS-BC é constituído por um conjunto de ações de comunicação social que está sob a responsabilidade de todas as empresas com empreendimentos licenciados de produção e escoamento de petróleo e de gás natural na Bacia de Campos. O Programa congrega, todas as ações de comunicação social estabelecidas como condicionantes de licenças ambientais, como por exemplo o Fórum da Pesca e Seminário de Comunicação Social com PEAS e a Rede Comunidade 

O Licenciamento Ambiental, traz em suas bases o princípio do direito à informação que, por sua vez, está baseado nos princípios da transparência e da publicidade. 

Projeto de Educaçāo Ambiental

Cidadania através da capacitaçāo

O Projeto de Educação Ambiental Fortalecimento da Organização Comunitária (PEA-FOCO) é voltado para as mulheres que estão relacionadas à cadeia produtiva da pesca artesanal das seguintes comunidades pesqueiras: Gargaú, Sossego, Guaxindiba, Barrinha, Lagoa Feia e Barra do Itabapoana, em São Francisco do Itabapoana, e Atafona, Açu e Quixaba, em São João da Barra, totalizando nove (9) comunidades de dois (2) municípios da região da Bacia de Campos. 

O PEA FOCO é desenvolvido pela Equinor desde 2011, com o objetivo de  apoiar a organização comunitária e levar conhecimento sobre iniciativas de cidadania e geração de renda, contribuindo para a emancipação das mulheres e para o reconhecimento de seu papel e atuação nos domínios econômico, social e ambiental da região, respeitando as relações de interdependência próprias da vida comunitária. 

O objetivo de discutir os problemas regionais, bem como de estabelecer uma agenda comum para as nove comunidades, impulsionou a criação da Associação de Mulheres Apoiadoras do PEA-FOCO, entidade jurídica de defesa de direitos que tem por objetivo garantir espaço nos fóruns de discussão que o projeto já vivencia, como os Conselhos Municipais que discutem sobre as questões de gênero e de saúde e demais instâncias de participação existentes na região. 

Como parte das demandas originadas do Plano de Compensação da Atividade Pesqueira (PCAP) de atividades da empresa em outro Bloco na Bacia de Campos, foram implementadas duas cozinhas pedagógicas nas sedes do Projeto em São Francisco de Itabapoana e São João da Barra. Através das cozinhas  são oferecidos cursos de capacitação em culinária e de desenvolvimento da organização e produção coletivas, com ênfase nas temáticas da autogestão e economia solidária.  

Atualmente o projeto está se expandindo para os municípios de Cabo Frio, Armação dos Búzios e Arraial do Cabo. 

NoQueAcreditamosPescadores_Unsplash_CassianoPsomas.jpg

Projetos de investimento social

Pensando no futuro, agora.

Os projetos de investimento social financiam ações e abrangem atividades voluntárias planejadas e direcionadas à sociedade. Ao contrário do que muitos pensam, o investimento social privado não deve ser confundido com assistencialismo. O objetivo principal é gerar um retorno positivo e construtivo à sociedade.

Na Equinor acreditamos que apoiando a sociedade estamos melhorando o futuro para nossas próximas gerações. 

Mar Atento

Atençāo muito além do horizonte

O Mar Atento é um projeto de engajamento e capacitação oferecido aos pescadores que lhes permitirá agir com segurança no caso de uma resposta a emergências offshore.

O projeto foi elaborado considerando a solicitação dos pescadores da Bacia de Campos, no Brasil. O objetivo dos pescadores é serem vistos como parceiros dos operadores, e não como um “problema da indústria”.

O projeto é composto por aulas teóricas e práticas de limpeza de praia e proteção de costa e já capacitou cerca de 200 pescadores em cidades que fazem parte da Bacia de Campos.

Trilha Empreendedora

Trilhando um caminho inovador na sala de aula.

O projeto Trilha Empreendedora, em parceria com a Junior Achievement, visa incluir disciplinas educacionais inovadoras nas escolas públicas do Rio de Janeiro.

O projeto conta com o apoio de empresas da indústria, que são atualmente associadas ao Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), e a Equinor é uma delas.

A Trilha Empreendedora  incentiva, por exemplo, a educação financeira como preparação para o mercado de trabalho. Atualmente atende 24 escolas em 10 municípios do estado do Rio de Janeiro, inspirando os alunos a pensarem em seu futuro e oferecendo caminhos para a empregabilidade e outras habilidades.

Dream, Learn and Work

Mentoria que torna o sonho de aprender e trabalhar possível.

O Dream Learn Work é uma organização sem fins lucrativos criada para ajudar jovens brasileiros de áreas menos desenvolvidas a terem a chance de um futuro melhor.

Como? Apoiando os jovens para a entrada no mercado de trabalho, auxiliando-os no desenvolvimento de habilidades profissionais e pessoais, orientando e apoiando suas escolhas, ajudando-os a mudar seu futuro e dando-lhes a oportunidade de alcançar o sucesso. 

A Equinor apoia a Organização desenvolvendo programas de mentoria, provendo suporte financeiro e patrocinando cursos técnicos.

Edit2_Voluntariado.jpg

Voluntariado corporativo

Cada um fazendo um pouco, juntos fazendo mais.

Multiplicando energia é o nome do Programa de Voluntariado dos funcionários da Equinor. Cada um fazendo um pouco e juntos fazendo mais, por diversas causas trazidas pelos próprios funcionários para a colaboração como grupo. 

Açōes como doação de Natal, artigos de inverno e dia das crianças que beneficiam mais de 100 crianças da ONG Novo Mundo, que presta assistência à comunidade de Chatuba, em Mesquita. Aulas de inglês para prestadores de serviços de limpeza e cozinha do escritório Equinor, que até então já somam mais de de 15 alunos. Coleta de tampinhas de garrafa PET e anéis de lata de alumínio para contribuir com as ONGs Rodando com Tampinhas, Rio Eco Pets e One by One, na aquisição de cadeiras de rodas para quem precisa e assistência a animais de rua. 

Além de todos estes, ainda participamos do projeto de mentoria em parceria com a organização sem fins lucrativos Dream Learn Work que é oferecido a jovens apoiados pela instituição e que estão se preparando para entrada no mercado de trabalho. 

Esses jovens, por seis meses, têm encontros mensais com funcionários voluntários que os ajudam na preparação de currículo, entrevistas, redes sociais profissionais como Linkedin, trocando experiências importantes para a busca do primeiro emprego. 

Além de apoiar financeiramente a realização da Trilha Empreendedora nas escolas públicas do Estado do Rio de Janeiro, funcionários da Equinor também participam como voluntários na realização de alguns programas da Trilha. Com essa ação os voluntários vão para sala de aula trocar experiências e a plicar a metodologia inovadora da Junior Achievement contribuindo para a construção de um futuro melhor para esses jovens.