Skip to content

Patrocínios e projetos sociais

Patrocínios

Apoiar a cultura, a educação e o esporte é apoiar a inclusāo.

Trabalhamos em busca do desenvolvimento sustentável de nossas atividades, agregando valor aos nossos projetos e à sociedade.

Incentivando a cultura, a educação e o esporte, criamos valor local duradouro e ajudamos a desenvolver uma sociedade melhor.

Aceitar cookies

Cookie settings

Museu de Arte do Rio (MAR)

A história como base da cultura moderna

O MAR conduz uma leitura do Rio de Janeiro com exposições nacionais e internarcionais que reúnem dimensões da arte histórica e contemporânea.

O MAR também serve como um espaço de apoio à educação e trabalha em parceria com a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e outras secretarias. A Escola do Olhar desenvolve um programa acadêmico, construído em colaboração com universidades, para discutir arte, cultura da imagem, educação e práticas curatoriais.

Em colaboração às comunidades do entorno, o museu criou o projeto Vizinhos do MAR, promovendo rodas de conversa e ações de apoio com uma importante atuação solidária em épocas como da pandemia de Covid-19.

Galpāo Aplauso

Quando a arte muda perspectivas de vida

O Galpão Aplauso é uma instituição com mais de 20 anos de experiência na profissionalização de jovens em situação de vulnerabilidade social em cinco principais habilidades da arte: artes plásticas, circo, dança, música e teatro.

O patrocínio do Galpão Aplauso busca oferecer oportunidades para novas perspectivas pessoais e consolidação da cidadania que começa pelo contato com as artes.

O projeto atende aos parâmetros de gênero e diversidade étnica, com alta participação de alunos do sexo feminino e afro-descendentes. O projeto também está preparado para receber crianças com deficiência.

Goalball

Superar as dificuldades. Transpor os obstáculos. Ter autonomia.

O projeto permite que crianças e adolescentes em situação de risco social conheçam e pratiquem o esporte paralímpico Goalball.

Criado por e para pessoas com deficiência visual, o projeto proporciona práticas educacionais de qualidade por meio de uma metodologia que evita seletividade e hiper competitividade e que contribui para o desenvolvimento integral do indivíduo.

Projetos de investimento social

Pensando no futuro, agora.

Desde 2017, a Equinor vem investindo em instituições e projetos sociais focados em educação para jovens, como o Trilha Empreendedora. Em 2024, lançamos o Bem-te-vi, programa educacional de longo prazo que está sendo desenvolvido em uma escola do Rio de Janeiro.

Na Equinor acreditamos que apoiando a sociedade estamos melhorando o futuro para nossas próximas gerações.

Bem-te-vi

Progresso para a sociedade por meio da educação

Bem-te-vi é um programa educacional de longo prazo da Equinor no Brasil. Por meio de uma parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, lançada em junho de 2024, estamos comprometidos em usar a educação como uma ferramenta para fornecer melhores oportunidades a jovens moradores do Morro da Providência, no Rio de Janeiro.

O projeto está sendo desenvolvido na Escola Reverendo Hugh Clarence Tucker e inclui uma jornada educacional com atividades focadas em sustentabilidade e transição energética, aulas de inglês e suporte para ingressar no mercado de trabalho de energia.

Ao preparar os alunos com habilidades essenciais para entrar o mercado de trabalho, o Bem-te-vi também apoiará o desenvolvimento da comunidade local e o crescente setor de energia do Brasil. Até 2030, cerca de 650 alunos serão beneficiados pelo programa.

O Morro da Providência desempenhou um papel significativo na formação da história do Rio de Janeiro e é considerada por alguns historiadores como a primeira favela do Rio. É também onde patrocinamos outros dois projetos – Galpão Aplauso e o Museu MAR, o que nos permite maximizar os impactos positivos nesta região que ajudou a moldar a cultura e a identidade da cidade.

Mar Atento

Atençāo muito além do horizonte.

O Mar Atento é um projeto de engajamento e capacitação oferecido aos pescadores que lhes permitirá agir com segurança no caso de uma resposta a emergências offshore.

O projeto foi elaborado considerando a solicitação dos pescadores da Bacia de Campos, no Brasil. O objetivo dos pescadores é serem vistos como parceiros dos operadores, e não como um “problema da indústria”.

O projeto é composto por aulas teóricas e práticas de limpeza de praia e proteção de costa e já capacitou cerca de 200 pescadores em cidades que fazem parte da Bacia de Campos.

Trilha Empreendedora

Trilhando um caminho inovador na sala de aula.

O projeto Trilha Empreendedora, em parceria com a Junior Achievement, visa incluir disciplinas educacionais inovadoras nas escolas públicas do Rio de Janeiro.

A iniciativa conta com o apoio de empresas da indústria, que são atualmente associadas ao Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), e a Equinor é uma delas.

Trilha Empreendedora incentiva, por exemplo, a educação financeira como preparação para o mercado de trabalho. Atualmente atende 24 escolas em 10 municípios do estado do Rio de Janeiro, inspirando os alunos a pensarem em seu futuro e oferecendo caminhos para a empregabilidade e outras habilidades.

Projetos sociais mandatórios

Mandatório por lei. Desenvolvido com o coraçāo.

Os projetos sociais mandatórios integram o processo de licenciamento do campo de Peregrino, licenciado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​(Ibama), sendo uma das condicionantes da licença de funcionamento do campo.

Os projetos sociais são desenvolvidos pela Equinor Brasil como medidas mitigadoras das atividades de exploração e produção desenvolvidas no Campo de Peregrino são: Projeto de Comunicação Social (PCS) e Projeto de Educação Ambiental (PEA). São voltados para as comunidades locais que tiveram ou têm suas atividades econômicas impactadas - no caso de áreas offshore, as comunidades pesqueiras.

Projeto de Comunicaçāo Social

Comunicar é também estar aberto para ouvir.

O Projeto de Comunicação Social (PCS) tem como objetivo fornecer informações sobre as atividades realizadas e proporcionar um canal aberto de comunicação entre a empresa e as comunidades impactadas, principalmente grupos sociais relacionados à cadeia de pesca.

A fim de atender às expectativas do IBAMA de maior interação entre os Projetos de Comunicação Social executados na área de influência dos empreendimentos offshore da Bacia de Campos, em 2018 o PCS deixou de ser realizado de forma individual pelas empresas e foi criado o Programa de Comunicação Social da Bacia de Campos (PCS-BC).

O PCS-BC é constituído por um conjunto de ações de comunicação social que está sob a responsabilidade de todas as empresas com empreendimentos licenciados de produção e escoamento de petróleo e de gás natural na Bacia de Campos. O Programa congrega todas as ações de comunicação social estabelecidas como condicionantes de licenças ambientais, como por exemplo o Fórum da Pesca e Seminário de Comunicação Social com PEAS e a Rede Comunidade.

O Licenciamento Ambiental traz em suas bases o princípio do direito à informação que, por sua vez, está baseado nos princípios da transparência e da publicidade.

Projeto de Educaçāo Ambiental

Cidadania através da capacitaçāo

O Projeto de Educação Ambiental Fortalecimento da Organização Comunitária (PEA-FOCO) é voltado para as mulheres que estão relacionadas à cadeia produtiva da pesca artesanal das seguintes comunidades pesqueiras: Gargaú, Sossego, Guaxindiba, Barrinha, Lagoa Feia e Barra do Itabapoana, em São Francisco do Itabapoana, e Atafona, Açu e Quixaba, em São João da Barra, totalizando nove (9) comunidades de dois (2) municípios da região da Bacia de Campos.

O PEA-FOCO é desenvolvido pela Equinor desde 2011, com o objetivo de apoiar a organização comunitária e levar conhecimento sobre iniciativas de cidadania e geração de renda, contribuindo para a emancipação das mulheres e para o reconhecimento de seu papel e atuação nos domínios econômico, social e ambiental da região, respeitando as relações de interdependência próprias da vida comunitária.

O projeto visa contribuir para a integração das mulheres e para o reconhecimento de seu papel e atuação nos espaços econômico, social e ambiental da região, respeitando as relações de interdependência próprias da vida comunitária. O objetivo de discutir os problemas regionais, bem como de estabelecer uma agenda comum para as nove comunidades, impulsionou a criação da Associação de Mulheres Apoiadoras do PEA-FOCO, entidade jurídica de defesa de direitos que tem por objetivo garantir espaço nos fóruns de discussão que o projeto já vivencia, como os Conselhos Municipais que discutem sobre as questões de gênero e de saúde e demais instâncias de participação existentes na região.

Como parte das demandas originadas do Plano de Compensação da Atividade Pesqueira (PCAP) de atividades da empresa em outro Bloco na Bacia de Campos, foram implementadas duas cozinhas pedagógicas nas sedes do Projeto em São Francisco de Itabapoana e São João da Barra. Através das cozinhas são oferecidos cursos de capacitação em culinária e de desenvolvimento da organização e produção coletivas, com ênfase nas temáticas da autogestão e economia solidária.

Desde 2020, o projeto expandiu sua atuação para os municípios de Cabo Frio, Armação dos Búzios e Arraial do Cabo.

Equinor

Voluntariado corporativo

Cada um fazendo um pouco, juntos fazendo mais.

"Multiplicando Energia" é o nome do Programa de Voluntariado dos funcionários da Equinor. Cada um fazendo um pouco e juntos fazendo mais, por diversas causas trazidas pelos próprios funcionários para a colaboração como grupo.

Entre as ações realizadas estão: campanhas de doação de artigos de inverno e em datas como Natal e Dia das Crianças, beneficiando mais de 100 crianças da ONG Novo Mundo, que presta assistência à comunidade de Chatuba, em Mesquita, no Estado do Rio de Janeiro; aulas de inglês para prestadores de serviços de limpeza e cozinha do escritório Equinor; e coleta de tampinhas de garrafa PET e anéis de lata de alumínio para contribuir com as ONGs Rodando com Tampinhas e One by One - na aquisição de cadeiras de rodas para quem precisa.

Apoiamos a cultura e o esporte em diversas iniciativas.

Para enviar sua proposta, contate:

Baluarte Cultural

Telefone: (21) 3553-0818

E-mail: equinor@baluartecultura.com.br