Skip to content

Energias renováveis

Energias renováveis para um futuro mais sustentável

Na Equinor, estamos transformando nossa empresa para apoiar e acelerar a transição energética e garantir um modelo de negócios competitivo e resiliente, de acordo com o Acordo de Paris.

Isso significa reduzir as emissões de nossa produção de óleo e gás, crescer em energia eólica e solar e desenvolver soluções de baixo carbono em escala industrial.

Em nossos negócios, há uma infinidade de maneiras pelas quais podemos contribuir para reduzir as emissões de carbono, e estamos tomando medidas conjuntas em diversas áreas para efetuar mudanças reais.

Energia solar

Previsão de céu claro, sol forte e energia abundante

Para a Equinor, as energias renováveis onshore - solar e eólica - são uma parte importante do conjunto de ferramentas ao se desenvolver como um produtor de energia orientado pelo mercado (MDPP), uma estratégia que temos buscado. Isso significa focar em mercados de energia selecionados com soluções de energia que atendam às necessidades dos clientes e do mercado. Implementamos essa abordagem criando um portfólio de energias renováveis onshore apoiado por soluções de armazenamento e recursos comerciais.

Um elemento central da abordagem MDPP é o comércio de energia por meio da Danske Commodities (DC), empresa de comércio de energia de propriedade integral da Equinor. A DC estabeleceu um escritório comercial em São Paulo para apoiar as atividades da Equinor no país.

Para as comunidades locais, as energias renováveis onshore possibilitam a produção doméstica de energia e contribuem para um fornecimento seguro de energia elétrica limpa e acessível aos consumidores no longo prazo.

Em julho de 2023, a Equinor assinou um acordo com a Denham Capital para adquirir a Rio Energy, uma empresa líder em energias renováveis onshore no Brasil.

Com a transação concluída em 3 de novembro de 2023, após as aprovações necessárias, a Equinor possui 100% de participação na Rio Energy e manterá a atual equipe de gestão e um total de cerca de 140 funcionários. O portfólio adquirido consiste em 0,2 GW de Serra da Babilônia 1, parque eólico onshore em produção no estado da Bahia, um portfólio de energia solar fotovoltaica em pré-construção de 0,6 GW e um pipeline de projetos de cerca de 1,2 GW de projetos eólicos e solares onshore.

Apodi e Mendubim

Apodi é a primeira usina solar do portfólio global da Equinor e começou a produzir em 2018, no Ceará. Operada pela Scatec (43,5%), em parceria com a Equinor (43,5%) e a ApodiPar (13%), Apodi tem uma capacidade de 162 MW, fornecendo energia capaz de abastecer 200 mil residências brasileiras.

A planta solar de Mendubim, de 531MW, entrou em operação em março de 2024. Está localizada no Rio Grande do Norte e é uma joint venture entre Scatec (30%), Equinor (30%), Hydro Rein (30%) e Alunorte (10%). Mendubim vai produzir anualmente 1.2 TWh de energia, o equivalente ao consumo de 620 mil lares brasileiros. Cerca de 60% da produção é comercializada por meio de um acordo de compra de energia (PPA), em dólares americanos, com duração de 20 anos com a Alunorte, uma das empresas líderes no fornecimento de alumina para a indústria de alumínio no mundo. A produção restante é vendida no mercado de energia no Brasil.

Energia eólica offshore

Os ventos sopram a nosso favor

Utilizando nossa experiência offshore na instalação de usinas eólicas de grande porte desenvolvemos uma tecnologia própria de plataforma flutuante que permite a captação da energia eólica em áreas de águas profundas.

Foi assim que, em 2017, começamos a produção de energia eólica em nosso primeiro parque eólico flutuante, o que tornou a Equinor, referência mundial no segmento e na vanguarda deste desenvolvimento.

Atualmente, a energia fornecida pelos nossos parques eólicos abastece milhares de lares na Europa.

E esse é o exemplo que queremos seguir para o Brasil. Com uma vasta disponibilidade e regularidade dos ventos ao longo da costa, o país possui um grande potencial para instalação de usinas eólicas offshore.

Nós submetemos para avaliação do IBAMA seis potenciais projetos para geração de energia eólica offshore na costa brasileira, com capacidade total de 14,5 GW.

Conheça os projetos eólicos da Equinor no mundo (em inglês)
Solução em carbono

Porque o futuro depende de todos. Inclusive da gente.


Desde 1990 estudando e desenvolvendo o processo, a Equinor é pioneira na captura e armazenamento de carbono (CCS). Atualmente a principal tecnologia de descarbonização de combustíveis fósseis é uma importante medida de longo prazo para reduzir as emissões de CO2 globalmente

Nós operamos alguns dos maiores projetos em todo do mundo, capturando e armazenando mais de 23 milhões de toneladas de CO2 até hoje em dois campos na Noruega. Em nossa pesquisa, pretendemos contribuir para o desenvolvimento de projetos de captura e armazenamento de carbono em escala comercial.

Saiba mais sobre tecnologia de captura e armazenamento de carbono (em inglês)

Nossas ambiçōes climáticas

Cada um fazendo uma parte. O meio ambiente agradece.

Como podemos enfrentar o duplo desafio de fornecer a uma população crescente a energia de que ela precisa e, ao mesmo tempo, reduzir as emissões para mitigar os impactos das mudanças climáticas?

Equinor climate ambitions (em inglês)