Desmobilização no campo de Peregrino

29 de Fevereiro de 2016 04:00 CET | Last modified 14 de Dezembro de 2018 14:56 CET

A Statoil informa que houve a desmobilização de 50 trabalhadores do navio plataforma FPSO Peregrino, na tarde de terça-feira (16/2), por questões de falha na geração de energia. A produção do campo, que havia sido suspensa, foi retomada no dia 25/2.

Na ocasião, as autoridades competentes foram devidamente comunicadas. Os trabalhadores considerados essenciais às operações permaneceram a bordo e a energia no FPSO foi restabelecida poucas horas depois, no mesmo dia. A empresa reitera que não houve vazamento de gás no local. O navio plataforma FPSO Peregrino opera no campo de Peregrino, localizado na Bacia de Campos a aproximadamente 85 km da costa do Rio de Janeiro. A desmobilização é considerada um processo operacional previsto para casos desta natureza. Os trabalhadores foram levados de helicóptero para o município de Cabo Frio, onde receberam as instruções e o suporte necessários.